Home 
0
Produtos
0
Serviços
0
Oportunidades
0
Historia
0
Contato
0
Cadastro
0
Loja on-line
0
Export

Atendimento




Atendimento On-line


COMO DIMENSIONAR UM GERADOR DE ENERGIA

Apresentamos os dois aspectos mais importantes a serem considerados para o dimensionamento de um gerador. O objetivo é escolher e equipamento mais adequado e eficiente para suas necessidades.

Cálculo da Potência a ser consumida

A potência a ser consumida por um gerador trifásico é calculada com a seguinte equação:

P [KW] = U [VOLT] X I [AMP] X 1,732 X COS / 1000

Onde P: potência; U: tensão entre fases; I: corrente por cada fase;
cos : fator de potência da carga.

Exemplo 1: quando se tem que alimentar uma configuração de cargas monofásicas (lâmpadas incandescentes) que totalizam um consumo de 300 ampères, deve-se efetuar o seguinte cálculo:

a) Distribuir em cada fase eqüitativamente as lâmpadas de maneira a obter um consumo total de 100 amp. por cada fase.
b) Considerar que dispomos de um esquema elétrico trifásico onde a tensão entre fases é de 380 V e a tensão entre fase e neutro é de 220 V.
c) U = 380 V; I = 100 A; Cos = 1 (corresponde a lâmpadas incandescentes) P [kW] = 380V x 100A x 1.732 x 1 / 1000 = 65,81 kW.

Exemplo 2: o gerador alimentará um motor elétrico trifásico. Neste caso devem-se distinguir os dois regimes de carga que os motores elétricos apresentam: o regime transitório do arranque e o regime permanente. Durante o regime permanente, o motor elétrico consumirá seus parâmetros nominais de corrente e potência.

Durante o arranque considerar que a potência mecânica a ser solicitada pelo motor elétrico para vencer a inércia de seu rotor será:

de 2 a 3 vezes sua potência nominal expressa em [kW] se tal arranque for do tipo direto.
de 1,2 a 1,5 vezes sua potência nominal expressa em [kW] para outros tipos de arranque.

Entretanto, sugerimos que se comunique com nosso pessoal especializado, que o ajudará na escolha do gerador mais conveniente.

Exemplo 3: quando devem ser alimentadas cargas não lineares, tipicamente uma UPS, deve-se ter especial cuidado em obter os seguintes dados da UPS:

a) Potência.
b) Tensão e corrente nominais.
c) Fator de potência e eficiência.
d) Pulsos do retificador.

Para dimensionar o gerador rapidamente, deve-se considerar que sua potência nominal será pelo menos de 2,5 a 3 vezes superior à da UPS. Entretanto, sugerimos que se comunique com nosso pessoal especializado, que o ajudará na escolha do gerador mais conveniente.

Regime de uso do gerador

Uma vez calculada a potência a ser consumida pelo gerador, dever-se-á estabelecer o regime de uso do equipamento para, assim, finalmente, poder dimensionar a máquina. Para isso, distinguiremos três regimes diferentes:

Regime Stand By: o gerador será utilizado unicamente em caso de corte da fonte principal de energia. (Fator de utilização = 1,00).
Regime Permanente: o gerador será utilizado como fonte principal de energia, sem limitação na quantidade de horas diárias e com carga variável, tal que a média diária da mesma não supere 70% do pico máximo de potência a ser consumida. (Fator de utilização = 1,10).
Regime base: o gerador será utilizado como fonte principal de energia, sem limitação na quantidade de horas diárias e com carga constante 24 x 24 h. (Fator de utilização = 1,35).

Cálculo final

Multiplicando o valor de potência a ser consumida pelo fator de utilização, teremos o valor de potência necessária do gerador. O procedimento de cálculo indicado é recomendado para obter rápida e aproximadamente o dimensionamento do equipamento. Entretanto, sugerimos que se comunique com nosso pessoal especializado para um assessoramento integral e profissional.

Programa de dimensionamento para Gerador Eletrico R$ 29,90
(planilha excel, muito pratica)
clique aqui p/ comprar

__________________________________________________________________

_________vendas@sotofilhos.com.br / 17 3012-6130 - 8129-7150


Produtos





 
 
©copyright company 1984
      TELEFONES : 17 30126130 - 81297150
      SAO JOSE DO RIO PRETO - SP
     vendas@sotofilhos.com.br